Games

Lost Soul Aside é a prova de que os jogos indies podem deixar os AAA no chinelo

Jogos feitos por uma única pessoa são sempre um exemplo para nós de como qualquer um pode alcançar seus objetivos independente do quão difícil seja. Vi em Braid e Risk of Rain, os dois títulos do tipo que joguei recentemente, ideias que faltam muitas vezes às grandes produtoras, premissas simples que podem não oferecer gráficos de cair o queixo ou uma história mirabolante, mas que oferecem o que deveria ser o principal de qualquer jogo: diversão.

Um jogo que una história, gráficos e diversão é coisa rara hoje, sendo que sempre um deste tipo surge nós o endeusamos (com toda razão), como foi com Uncharted 4, DOOM e The Witcher 3. Já dentre os indies era difícil apontar um que possivelmente nos trouxesse tudo isso, talvez o cancelado Allison Road o fizesse ou o esperado Prey for the Gods, ou quem sabe Lost Soul Aside, jogo revelado neste fim de semana que está sendo desenvolvido por uma única pessoa.

Bing Yang, o desenvolvedor que está produzindo sozinho Lost Soul Aside na Unreal Engine 4 divulgou o primeiro trailer do jogo, algumas screenshots e falou sobre seu projeto no fórum da engine. Segundo ele, Lost Soul Aside é um jogo de ação com estilo artístico fantasioso, algo que pode-se definir como uma mistura de Ninja Gaiden e Final Fantasy (de fato, é possível ver um pouco de cada um).

Maravilhe-se com o trailer a seguir:


O jogo ainda está em desenvolvimento e apesar da qualidade absurda mostrada acima, é sempre bom não ficarmos muito animados com projetos do tipo, principalmente se há apenas um desenvolvedor por trás dele. Sabemos de todas as dificuldades que existem no desenvolvimento de um jogo e esperamos que Yang mantenha a qualidade e o sonho vivo.

Veja também algumas screenshots in-game:

Clique para ver a imagem em tamanho original


Clique para ver a imagem em tamanho original


Clique para ver a imagem em tamanho original


Clique para ver a imagem em tamanho original
Fonte: Criticalhits.
Postado a .
Por Allan Kardec.
Tags: