Notícias

Google lança o YouTube TV, operadora de TV totalmente online

Deixar a TV convencional de lado para assistir nossas séries e filmes através da internet já é algo totalmente do presente, e não mais do futuro. E olha que estamos falando de serviços totalmente legais, dentro da lei e que não envolvem pirataria, como alguns anos atrás.

Serviços como a Netflix, Amazon Prime Video, Hulu, Playtation Vue, DirecTV Now e tantos outros oferecem uma gama de atrações capazes de te deixar horas e horas a frente da TV sem nem mesmo mostrar um único comercial, e com conteúdo de alta qualidade.

Mas a TV convencional ainda tem suas vantagens, como programação ao vivo, séries que passam em simultâneo em vários países e os canais mais queridos da galera, como FOX, Warner, Sony, CW, ABC, AMC e muitos outros, como a HBO, que é um canal premium. Mas e se isso tudo fosse levado para a internet de uma forma totalmente legal?

É o que o Google fez com o recém lançado YouTube TV, uma operadora de TV como qualquer outra, mas ao invés de usar os sinais de TV habituais com antenas, faz uso da internet em um serviço totalmente online, que possui todos os canais mais importantes da TV americana.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Até segunda ordem, o YouTube TV está limitado à algumas cidades nos Estados Unidos que são consideradas “cidades teste”. A tarifa cobrada pelo serviço é de U$ 35,00 dólares mensais, podendo ser utilizado em até 6 dispositivos. Se pensarmos que no futuro próximo (próximo mesmo, 1 ou 2 anos) o serviço possa ser acoplado às SmartTVs com internet, a facilidade de se assinar o serviço, de não precisar de um aparelho extra, cabos ou antenas, tudo isso poderá ser um grande diferencial para o Google vender o YouTube TV. Além disso, poderemos ter em um único aplicativo o acesso à diversos canais via smartphone ou tablet.

Ainda não há nenhuma informação se o YouTube TV poderá chegar ao Brasil, nem quais cidades serviriam de teste. Se fizermos uma conversão rápida dos valores cobrados em dólar, podemos imaginar que o serviço chegue ao Brasil custando uma média de R$ 100,00. É o equivalente ao serviço por assinatura das TVs convencionais, mas ter um concorrente tão forte quanto o Google poderá criar a necessidade de TVs como a Sky, Net e Claro baixarem seus preços ou oferecerem algo a mais para o consumidor.

Como sempre, nós é que ganhamos com toda essa briga pela audiência e por nosso rico dinheirinho.
Postado a .
Por Allan Kardec.
Tags: